Quem avisa amigo é: o artigo a seguir é TENSO e pode chocar alguns leitores. Recomendamos àqueles de nervos sensíveis e disposição delicada a não lê-lo exceto sob luz constante em ambiente agradável. Prossiga por sua própria conta e risco.

Boa noite. Aqui é Token O. Jones, ex-repórter investigativo, atualmente dedicando sua curta existência nesta Terra ao humor e à documentação de sites e coisas interessantes da internet(ou, como pronunciado em bom português, internê). Hoje, adentraremos aos fundos da sua alma humana e encontraremos nada mais que horror, medo e sobressaltos. Eu, claro, não tenho este problema, porque não tenho alma.

...oi.
...oi.

Creepypasta é um fenômeno da internet que surgiu no 4chan(AVISO: qualquer, QUALQUER link para o 4chan é potencialmente NSFW. Avisado você foi!), como todos os fenômenos da internet(estou de olho, sites de humor!). É basicamente um conto de terror. Mas, como tudo que a internet toca, isto aqui não é Edgar Allan Poe ou H. P. Lovecraft. É bem mais bizarro.

O creepypasta ideal é composto de até 5 parágrafos e tem uma única função: mexer naquele medo primordial que dorme no fundo do seu cérebro ainda primitivo, invocando simultaneamente o instinto natural de medo do desconhecido e do bizarro, mas também aquela sensação ainda mais bizarra de saber que aquilo não pode ser real, então não há do que ter medo.

Ou não.

Opa, quase não vi você aí
Opa, quase não vi você aí

Existe todo tipo de creepypasta, dos óbvios contos do sobrenatural, às histórias que praticamente criam seu próprio mythos de terror, àqueles que pegam fatos estranhos da vida real e dão um twist de terror que faria M. Night Shyamalan verde de inveja. E depois desmaiar de puro terror, claro.

E se você, criatura humana temerária e inconsequente, se sente intrigado e mesmo entusiasmado lendo esta... resenha, eu acho... bem, o melhor lugar para continuar a ser aterrorizado até decidir que, afinal, você não precisa dormir mesmo, são as coletâneas. A antiga Encyclopedia Dramatica, hoje reduzida ao inofensiva site "Oh Internet", contém várias listas de creepypastas de diferentes qualidades. E, se ainda quiser mais, elas têm a própria wiki! E, claro, você pode procurar "creepypasta" no google. Eu te ajudo.

Bons sonhos!
Bons sonhos!

Neste exato momento você está terminando de ler este texto, e se você está lendo isto à noite e não excretou nenhum tijolo pelas partes baixas, parabéns. Ou pode ser que eu tenha calculado o tempo que você levaria para ler este parágrafo errado. Hm, espera aí...

...ah, perfeito. Agora você já deve ter visto. E se viu, não vai conseguir desver.

Bons sonhos! :D :D :D :D