O assunto de hoje é uma discussão "atual" – já, já explico as aspas – que obviamente é alimentada pela época que já se aproxima. Deixa eu ver se eu acho a imagem...

A Eterna Comparação Entre O Chocolate e O Ovo de Páscoa
A Eterna Comparação Entre O Chocolate e O Ovo de Páscoa

É isso. A questão é até óbvia: veja bem o absurdo! Cobram horrores por um ovo de páscoa e você vai ver, se comprasse o chocolate em barra sairia bem mais barato! Um brindezinho e uma embalagem chique valem praticamente dobrar o preço? Será?

...Olha só, eu poderia tecer um argumento mais convincente discorrendo sobre linhas de produção, flutuação de mercado, produtos sazonais e etc., mas eu não sou economista ou engenheiro de produção – é isso que engenheiros de produção estudam... certo? – e não vou cair na armadilha de falar de algo que não entendo. Vou só tentar colocar isso aqui da forma mais simples possível, preparado? Então vai...

Você não está comprando chocolate, está comprando um ovo de Páscoa. Captou?

Se você captou, paciência, tem gente que não sacou. A questão aqui é que estão comparando o preço do ovo com o preço do chocolate em barra, o que faz tanto sentido quanto comparar o preço da prata bruta com o preço dos talheres que você compra. Em outras palavras, não faz sentido, porque não são o mesmo produto.

E a questão aqui não é só valor agregado pelo trabalho de manufatura, é mais do que isso. É o princípio básico do mercado capitalista, oferta e demanda. A demanda na época de Páscoa não é por chocolate; é por ovos de Páscoa. Logo, o preço sobe. Não é complicado.

Não digo que ovo de Páscoa não seja caro. É. Mas não só esta argumentação não é válida, porque o que vale no ovo de chocolate não é o chocolate, mas o fato de que ele é, em suma, um ovo de chocolate, mas também já é notícia velha porque essa imagem já está circulando a internet já faz pelo menos um ano – e deve ser uma reedição de algo que circulava por email nos idos de 1995.

Em outras palavras: chega de reclamar e não compra a porcaria do ovo de Páscoa se você acha tão injusto. Porque eu tenho minhas dúvidas se as empresas alimentícias vão abaixar o preço só porque as pessoas perceberam esta óbvia verdade...